[Um outro olhar] Os óculos do amor
jun25

[Um outro olhar] Os óculos do amor

Sabe aquele bordão que pegou nos últimos anos? O tal do “não tá fácil pra ninguém…”? É, prezado leitor, parece que com o passar do tempo ele foi fazendo cada vez mais sentido. Saiu das piadas para a vida real. Não é novidade que vivemos tempos estranhos. Eu mesma, otimista por excelência, vim aqui conversar com você na edição passada sobre o fim do romance no mercado óptico e compartilhar a necessidade de praticar o “aceita que...

Read More
[Um outro olhar] O romance acabou?
abr25

[Um outro olhar] O romance acabou?

#AceitaQueDóiMenos Em sua coluna, a editora Andrea Tavares questiona se o romance no mercado acabou por conta da enxurrada de mudanças pelas quais a óptica vem passando no Brasil e no mundo. “Não se trata apenas das grandes negociações que têm se visto nos últimos anos, mas dos sentimentos que tudo isso tem causado”…

Read More

[Um outro olhar] A nobreza que inspira

Navarra, Norte da Espanha. Menos de seis meses após conquista a medalha de bronze nos 3 mil metros com barreiras nas Olimpíadas de Londres, o atleta queniano Abel Mutai lidera a prova de cross country de Burlada. A cerca de 100 metros da chegada, confunde-se e diminui o ritmo, como se ali fosse o final da prova. Atrás dele, vinha o espanhol Iván Anaya, que se negou a tirar proveito da “falha” de Mutai: em vez de passar por ele e...

Read More

[Um outro olhar] O que você vende mesmo?

Redes sociais têm, sim, suas inconveniências, mas, muitas vezes, a troca de informações pode ser incrível. Dia desses, esbarrei no Facebook com um post nem me lembro de quem, que compartilhava a foto do que parecia ser uma espécie de declaração de valores de uma empresa. Como o título me chamou atenção – nada menos que “Abrace” – resolvi olhar melhor o texto. Gostei do que li e compartilho agora com você, querido leitor.  ...

Read More

[Um outro olhar] Os padrões Montenegro-Hopkins

Desde que eu comecei a me envolver com a óptica, o atendimento foi um aspecto que sempre me encantou. Sempre gostei de ouvir as experiências que as pessoas compartilham e também as dicas de quem está de fora, porque tem olhos limpos e muitas vezes pode ser capaz de captar coisas ótimas. Eu gosto de gente por natureza e deve ser por isso que acho tão mágico o processo de ir conhecendo um cliente, entendendo do que gosta, o que prioriza...

Read More