[Espaço do Eric] O novo cenário da óptica brasileira * parte 5

Neste post, trago o quarto e quinto pilares que têm por objetivo fazer o cliente escolher a sua óptica e não a da concorrência: consumidor super informado e reinvenção constante. Recapitulando, o primeiro pilar é a confiança; o segundo, proporcionar bons negócios aos consumidores e o terceiro, a argumentação sólida.

O quarto pilar é o consumidor super informado. Mesmo antes de sair de casa, ele já se informou sobre o que pretende comprar. Acabou a época em que o cliente acreditava em tudo que ouvia: hoje está muito mais informado e não hesitará em testar os conhecimentos do consultor óptico.

Em casa, ele pesquisa na internet seu problema visual e as soluções disponíveis. Basta uma busca rápida no Google para ver diversas marcas e, sobretudo, consultar preços de lentes e/ou armações. Ele já sai de casa sabendo o que vai querer e o quanto vai gastar. Em campo, ainda entra em várias ópticas atrás de mais informações, compara preços e formata ainda mais a sua decisão final.

Quando chegar ou voltar à óptica “vencedora”, o consumidor saberá exatamente o que comprar e por quanto comprar. É provável que ele se coloque no seu lugar dizendo “quero essas lentes, a esses preços e nessas condições”. Pode não parecer em princípio, mas isso é muito positivo para o varejo de qualidade: um cliente informado obriga a melhorar os serviços o tempo todo. Ele irá selecionar as melhores ópticas e deixará de lado aquelas com atendimento fraco. E nem se fala dos clientes que não saem de casa, que compram tudo on-line e raramente pisam na óptica.

O quinto pilar é reinventar-se sempre e nunca ficar parado, ainda mais em um cenário de instabilidade. Se esperar a tempestade passar, o vento já terá levado o seu negócio. Ser cauteloso é importante, porém, não fazer nada é muito pior. É preciso se reinventar sempre, ainda mais em tempo de incertezas. É importante que o cliente entenda que a situação do país não afetou o seu negócio, que sua óptica continua inovando e está à frente dos concorrentes.

Pense bem para responder as seguintes perguntas. Há quanto tempo você não faz uma reforma em sua loja? Qual a última vez em que trocou os uniformes? E uma promoção diferente? Oferece algo único para seu cliente? Investe em novas marcas? Investe em treinamento? Ações simples que requerem poucos recursos podem fazer a diferença para o seu negócio. Pergunte para sua equipe de vendas e até para seus clientes o que gostariam de ver na óptica: esse é o ponto de partida para aprimorar sua loja.

 

Mais de Espaço do Eric por Eric Gozlan

O novo cenário da óptica brasileira Parte 1

O novo cenário da óptica brasileira Parte 2

O novo cenário da óptica brasileira Parte 3

O novo cenário da óptica brasileira Parte 4

 

468 ad