[Não venda óculos!] Como vender lentes espelhadas

Após 15 anos de
varejo, o óptico
Tiago Salvador
resolveu se dedicar
ao treinamento

Imagine a cena: o consultor óptico oferecendo ao cliente aqueles solares espelhados lindos, recém-lançados, e recebe de volta o sonoro comentário: “nossa, esses óculos são muito chamativos!”. Se você também passa por esse tipo de dificuldade na hora de vender solares espelhados, definitivamente, este artigo foi feito para você.

As lentes espelhadas eram apenas tendência para uma estação há cerca de sete anos, mas caíram no gosto dos consumidores pelo mundo afora e logo ficou claro que tinham vindo para ficar e é seu dever, consultor óptico, encurtar o caminho entre elas e o cliente. Mas, seja por falta de argumentos ou sabedoria, muitos estoques ficam encalhados com esse produto.

Um par de óculos é capaz de mudar totalmente a personalidade de uma pessoa, reforçar seu estilo e transformar o modo como ela se apresenta para o mundo. Sendo assim, por que as ópticas não conseguem estimular cliente a ousar mais e, nesse caso, a se deixar levar pelo brilho dos espelhados?

A indústria de óculos se reinventa a todo instante: são novas cores, designs e ideias que surgem e desaparecem do nada e tempos depois estão de volta. Diante de toda essa velocidade, é natural que haja um certo desconforto na hora de comprar novas coleções, porque boa parte dos profissionais ou empresários responsáveis pelas compras fica paralisada diante do medo de a moda passar e ficar com o produto em estoque.

Esse medo, aliado à dificuldade de vender óculos espelhados, naturalmente mais ousados, contribui para que as ópticas comprem somente o arroz e o feijão, repondo seus estoques apenas com o básico. É sempre preto, demi, marrom… e o estoque vai ficando cada vez mais cinza. Mas não precisa ser assim: é perfeitamente possível ir além do básico, trazer coisas diferentes e não se sentir desesperado pelo medo de ficar com produtos encalhados!

Para começar a trabalhar a grande virada nas vendas dos óculos espelhados, é preciso abrir a mente para a seguinte verdade: as lentes espelhadas vieram para ficar, fazem parte do colorido dos óculos e não sairão de cena tão cedo por conta da grande variedade de cores, tons e intensidade de espelhamento.

Para deslanchar a venda de lentes espelhadas na óptica, siga essa lista de argumentos que têm por objetivo transformar a forma como você oferece esse produto aos clientes.

 

Beleza

A lente espelhada vem para eliminar todas as imperfeições do rosto. Mostre todos os benefícios estéticos: óculos espelhados escondem olheiras e estrabismo, disfarçam marcas de expressão, sobrancelhas tortas, pele manchada etc.

Lógico que eu não pirei, né? Sem essa de chegar comentando as imperfeições do cliente. Pelo contrário: use todo o gingado de um bom consultor para mostrar que o cliente pode ficar despreocupado com tudo que estiver por trás das lentes, pois os novos óculos vão esconder e deixá-lo ainda mais belo. Esse, por exemplo, é um excelente argumento para o público feminino: “com essas lentes, é possível economizar até na maquiagem!”.

 

Proteção e preservação

As lentes espelhadas ocultam a expressão e preservam as pessoas. Ao bloquear totalmente o “acesso” visual de estranhos ao olhar e às expressões faciais, é possível impedir que detectem o estado de espírito de quem está a bordo dessas lentes. Já percebeu que os famosos lançam sempre mão dessa técnica para se esconder dos flashes dos paparazzi?

Os óculos espelhados criam uma barreira em relação ao mundo exterior, o que pode ser muito útil nas situações em que o cliente precisa demonstrar confiança, mesmo sob pressão. Sem falar que podem olhar diretamente para quem ou para onde quiserem, sem qualquer patrulha. Resumindo: lentes espelhadas são, praticamente, escudos de super-heróis! Apresente esses argumentos a seu cliente, mostrando o quanto vai estar protegido.

 

Moda

Já pensou que as lentes espelhadas combinam com as cores das roupas? Mesmo que os óculos sejam coloridos, jamais vão ter grande expressão e brilho como os de lentes espelhadas. Compartilhe com o cliente que ele pode estar com uma roupa básica e se destacar só por usá-las – são a cereja do bolo! É um item de moda que estiliza e transforma qualquer tipo de look.

 

Estude esses três atributos, pense sobre eles e coloque-os em prática para desenvolver a capacidade de vender um novo tipo de produto, enriquecer o mix da loja e, principalmente, ajudar seu cliente a ter mais estilo, beleza e ser único na multidão.

Converse com seus fornecedores de óculos e de serviços de laboratório, que poderão lhe dar muitas informações sobre as lentes espelhadas. Pesquise sobre os tipos de lentes e quais estão disponíveis na sua óptica, entenda o cliente, seus desejos e, por fim, ofereça aquela que mais se enquadra no estilo e na necessidade do consumidor que entrou na loja. As vendas vão aumentar, os clientes ficarão mais felizes e você se sentirá cada vez mais motivado a ousar e inovar no balcão e na óptica!

 

PS.: aproveitando esta coluna, o pessoal da redação fez a seleção de alguns solares espelhados, de vários estilos, para você ir se inspirando. Boas compras e boas vendas!

Hickmann (GO) modelo HI9054 C03

 

 

Nike (Marchon) modelo Traverse EV1033 336

 

 

HB Hot Buttered (Suntech Supplies) modelo Sydney 93120 91990

 

Oakley (Luxottica) modelo Latch OO9265 1853

 

Persol (Luxottica) modelo PO3171S 96 Q8

 

Havaianas (Safilo) modelo Noronha

 

Versace (Luxottica) modelo VE 2176 1000 6G

 

Ray-Ban (Luxottica) modelo Blaze Shooter

 

Fendi (Safilo) modelo FF 0285S

 

Dolce & Gabbana (Luxottica) modelo DG 2178 1298 13

 

Diesel (Marcolin) modelo DL0239 95Z

 

Calvin Klein (Marchon) modelo CK1238S 108

 

 

Furla (De Rigo) modelo SFU070 816G

 

Dior (Safilo) modelo TT142

 

 

Mais de Não venda óculos! por Tiago Salvador

A venda pelo conceito

Como ganhar muito dinheiro?

Como vender experiência

O calendário do sucesso

A prospecção dos clientes

Crie atração para aumentar as vendas!

Como ter uma feira de sucesso para sua óptica?

 Como criar afinidade com as marcas?

468 ad