[Mondo Marca] Polaroid

Criação de um dos cientistas mais produtivos e visionários dos Estados Unidos, inventor do primeiro filtro sintético que deu origem às lentes polarizadas e, consequentemente, a uma clássica marca de óculos – hoje de propriedade da Safilo –, a Polaroid segue se reinventando para manter a reputação inovadora.

Texto Graziela Canella :: Concepção Andrea Tavares

 

A descoberta do “celuloide polarizador”

Cientistas de todo o mundo pesquisavam o fenômeno da polarização desde 1669 e, no início do século 19, militares franceses usaram cristais de calcita para observar os princípios da polarização. Mas foi somente em 1929 que o norte-americano Edwin Herbert Land, estudante de Física da Universidade de Harvard, inventou o primeiro filtro sintético para polarizar a luz de uso comercial. Deu à invenção o nome de “Polaroid”, junção das palavras “polarizing” e “celluloid” (do inglês, “celuloide polarizador”). O primeiro par de óculos solares com as lentes polarizadas foi vendido em 1935, mas Land fundou a Polaroid Corporation e lançou oficialmente a marca apenas dois anos depois, em 1937.

 

 

Quem foi Edwin Land

Luz e sombra: Edwin Land em meio a testes de laboratório

Nascido em Connecticut, Land começou a fazer experiências com filtros de luz ainda na infância, usando caleidoscópios. Visionário, obteve reconhecimento com a produção em massa e o sucesso comercial dos óculos de lentes polarizadas e com apelo estético, que fizeram do nome Polaroid um sinônimo de inovação.

Mesmo após sua morte, em 1991, o criador da Apple, Steve Jobs, citava Edwin Land como um de seus grandes heróis, com quem dizia ter afinidade. Empreendedor, Land foi um inventor muito produtivo, com inúmeras contribuições para a ciência e a tecnologia, chegando a ter 535 patentes registradas – número superado apenas por Thomas Edison na história dos Estados Unidos.

No período em que dirigiu a Polaroid, até 1981, Land construiu sua reputação por conta das longas maratonas de pesquisa. Quando tinha uma ideia, reunia-se com equipes que se revezavam para acompanhá-lo, já que o cientista se tornava obcecado para chegar a uma solução e mal lembrava de descansar, alimentar-se ou até trocar de roupa.

 

Raridade: óculos vintage Polaroid

 

 

Homem de visão

Celebridades: o ator Marlon Brando de máscara Polaroid na década de 1950

Nos primeiros anos de sua história, a Polaroid Corporation produzia lentes para microscópios, máscaras de mergulho, óculos para pilotos de caça e binóculos. Um dos marcos em inovação foi a criação de óculos 3D, usados pela primeira vez em 1939 quando a Chrysler Corporation concordou em exibir um filme produzido exclusivamente pela Polaroid em 3D para a Feira Mundial de Nova York.

Nos anos 40, a empresa foi escolhida pelas Forças Armadas norte-americanas para fornecer máscaras especiais destinadas a pilotos de caças e tanques. Heróis de guerra e celebridades do esporte também passaram a endossar os óculos da Polaroid. Nos anos 50, a marca lançou a categoria “Cool Ray” (do inglês, algo como “raio bacana”), que comportava suas melhores lentes polarizadas, feitas para proteger os olhos dos reflexos, dando origem às lentes para dirigir à noite.

 

 

 

Top de linha: na mesma década, a linha Cool Ray era a novidade da marca

 

Nova York: óculos Polaroid datados de 1946 no acervo do museu de arte moderna local, o MoMa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A incursão na fotografia

Criador e criatura: Edwin Land com uma das criações que o tornou célebre, a máquina fotográfica instantânea

 

Em 1943, Edwin Land teve uma ideia que mudou os rumos da empresa. De férias, tirava fotos de sua filha de três anos quando a pequena perguntou por que não poderia ver as fotos imediatamente. Foi a ideia que deu origem ao lançamento, cinco anos mais tarde, da câmera fotográfica Model 95 Land, capaz de produzir fotos em apenas 60 segundos, sem a necessidade de retirar o negativo.

A tecnologia simples permitia que o negativo fosse revelado dentro do aparelho com produtos químicos, que transportavam sais de prata para uma folha de papel, dez segundos após a captação da imagem. Foi assim que a marca Polaroid acabou sendo associada diretamente à categoria de máquinas de fotos instantâneas.

 

 

Desenvolvimento em óculos

 

Paralelamente ao crescimento da empresa no segmento fotográfico, novas linhas de óculos solares foram lançadas internacionalmente, levando a Polaroid a 45 países nos anos 60. Na década seguinte, novas tecnologias na produção de lentes Polaroid e uma coleção criada em colaboração com a notória estilista britânica Mary Quant impulsionaram o crescimento da empresa também no segmento de óptica.

Na década seguinte, novas parcerias marcaram a história da Polaroid – com o campeão de tênis alemão Boris Becker e a marca italiana Benetton. Já nos anos 1990, a evolução trouxe óculos 3D Premium para a revolucionária tecnologia de cinemas Imax; na década seguinte, foi lançada a primeira coleção de armações de receituário.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A aquisição pela Safilo

Em abril de 2012, ano de celebração do seu 75º aniversário, a Polaroid foi comprada pela Safilo em uma negociação de aproximadamente € 65 milhões. No mesmo ano, em outubro, desembarcavam as primeiras coleções no Brasil.

Apesar do grande sucesso no setor fotográfico – embora essa tradição tenha sido superada pela tecnologia das fotografias digitais, o que levou a Polaroid à falência – foi a vocação inovadora em lentes polarizadas e óculos solares que manteve em pé a empresa de Edwin Land após três quartos de século, chegando a vender mais de 4 milhões de óculos por ano em mais de 80 países.

Durante um período atuando como subsidiária do grupo, a Polaroid foi incorporada totalmente à Safilo em 2014, passando a figurar no portfólio de marcas próprias da fabricante italiana (ao lado de Carrera, Oxydo, Safilo e Smith), que obteve faturamento líquido de € 1,17 bilhão no ano passado, presente em mais de 130 países.

 

Nos dias de hoje: a campanha de 2015 (acima), intitulada “You’ll see” (do inglês, “Você verá”), mostra o que se pode ver quando não há ofuscamento, princípio já explorado nos primeiros anos da marca (acima, à direita)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tecnologia em camadas

Todos os solares Polaroid utilizam lentes polarizadas exclusivas de alto desempenho, chamadas UltraSight, fabricadas com uma inovadora tecnologia, a Termofusão. Cada lente consiste em nove camadas que proporcionam proteção, durabilidade e nitidez visual. O processo de Termofusão é aplicado para formar a lente e, ao mesmo tempo, proteger sua camada polarizadora no centro, garantindo alto padrão de eficiência no bloqueio do brilho e dos reflexos em sua superfície. Além disso, a tecnologia proporciona resistência a impactos e riscos e total proteção contra os raios ultravioleta.

 

 

Visão a cores

A marca chegou ao Brasil com duas linhas de óculos, Esporte e Core, que ao todo reuniam mais de 120 modelos, incluindo os maiores best sellers da Europa. Este ano, a Safilo apresenta uma nova coleção em homenagem ao próprio símbolo da marca – o arco-íris, em referência à clareza de cores que se obtém por meio das lentes polarizadas. Batizada de “Rainbow”, traz peças de cores vibrantes e lentes espelhadas exclusivas Ultrasight para adultos e crianças.

 

 

 

 

 

 

 

Ícones

 

 

Logo de arco-íris

Lentes polarizadas

Inovação tecnológica com design contemporâneo

 

 

 

 

 

Na rede

       

 

 

468 ad